Carregando ...

Profecia

Muhammad e
Revelação divina

Muhammad não sabia que seria um Profeta:

Levou uma vida correta e simples. Era conhecido por sua fdelidade, integridade e honestidade. Nunca venerou a ídolos, ainda que se tratasse de uma prática comum em uma sociedade politeísta. Sempre acreditou que o Universo tinha sido criado e controlado por um Único Deus.

Quando completou quarenta anos, gostava de se isolar das pessoas e saia para adorar a Deus em retiro numa caverna situada a 634m acima do nível do mar, em um monte a 4 km a leste de Meca. A caverna em questão é conhecida pelo nome de Hirá e está situada no monte de Nur (Luz). Muhammad recebeu a primeira revelação de Deus em uma das ocasiões em que estava adorando a Deus nesta caverna..

Não foi uma ilusão nem tampouco um sonho:

Pela primeira vez em sua vida conheceu a uma criatura sem igual. Descendeu do céu e se aproximou dele. Era o Arcanjo Gabriel (a paz esteja com ele), que se dirigiu a Muhammad ordenando-lhe: “Lê!”. Muhammad sentiu medo.

aComo era analfabeto, não sabia ler nem escrever, respondeu: "Eu não sei ler". O Arcanjo Gabriel (a paz esteja com ele) voltou a dizer-lhe, uma e outra vez: “Lê!”. Ao fnal recitou o seguinte versículo de Deus:


Lê, em nome do teu Senhor Que criou; criou o homem de algo que se agarra (coágulo). Lê, que o teu Senhor é o mais Generoso, Que ensinou através da pena, ensinou ao homem o que este não sabia.

O Arcanjo Gabriel (a paz esteja com ele) desapareceu após este breve encontro.

history

Muhammad retorna à sua casa com muito medo:  

Muhammad estava aterrorizado. Correu até sua casa. Estava tremendo. Contou à sua esposa o que havia ocorrido e pediu a ela que lhe cobrisse. Khadija tratou de tranqüilizá-lo, lhe recordou que ele acreditava em Deus e que justamente havia se refugiado na caverna para adorá-Lo. Disse-lhe que Deus não o abandonaria e menos ainda deixaria que os demônios o rondassem, pois mantinha boas relações com seus parentes, ajudava as pessoas pobres e fazia muita caridade.

Esta é a palavra Muhammad em árabe, desenhada pelo artista Abdul Majid Al Noerat. Ele simula a subida Muhammad na montanha Annur (Luz), e seu esforço pela causa de Deus, o Único Criador e Senhor de todos os seres.

 



Tratava-se de uma revelação divina ou eram sussurros do Diabo?

Khadija levou o Profeta Muhammad até Waraqa Ibn Naufal, um parente de Khadija que era religioso cristão, estudava e conhecia a Torá e o Evangelho. Quando Waraqa ouviu de Muhammad o que havia ocorrido com ele, logo concluiu que Muhammad era um Profeta. Assegurou a Muhammad que o ocorrido com ele é uma revelação divina similar ao que foi transmitida a Moisés. Também lhe disse que encontraria muita oposição por parte das pessoas e que sua própria tribo lutaria contra ele.

history

Muhammad é o Mensageiro de Deus:

Muhammad necessitou vários dias para refazer-se e não voltou ao monte. O Arcanjo Gabriel (a paz esteja com ele) voltou a ele após alguns dias e informou-o que era um mensageiro enviado por Deus, o Senhor de todas as criaturas. E recitou as seguintes palavras de Deus (Exaltado seja):

Ó tu, envolto no manto! Levanta-te e admoesta! E enaltece o teu Senhor! E purifca as tuas vestimentas! E foge da abominação! E não esperes, ao dares, qualquer aumento (em teu interesse), mas persevera, pela causa do teu Senhor.

Ó tu, envolto no manto! Levanta-te e admoesta! E enaltece o teu Senhor! E purifca as tuas vestimentas! E foge da abominação! E não esperes, ao dares, qualquer aumento (em teu interesse), mas persevera, pela causa do teu Senhor.

history

Qual era o conteúdo da mensagem de Muhammad?

O Profeta Muhammad agiu conforme a revelação que havia recebido no ano de 610 d.C. Exortou as pessoas para que acreditassem em um único Deus (Allah) e para que obedecessem aos Seus mandamentos, pois estes haviam sido estabelecidos para o bem de toda a humanidade, e não é permitido que seja adorado algo ou alguém além d´Aquele que criou o Universo.

 

A Mensagem do Islam está baseada na Crença ('Aquida), que é declarar a unicidade de Deus, o Criador de todos os seres, e na Lei Divina (Chari´a), o sistema de regulamentação que rege a vida das pessoas em seus afazeres diários e em todas as suas atividades. 

A Shari´a se divide em três blocos principais: Adoração, transações de vida e moral. A adoração: práticas e obras religiosas, como por exemplo, a oração, o jejum, a doação, a peregrinação, as súplicas, etc. As relações entre as pessoas: regulamentação do código civil, como casamento, divórcio, herança e outras relações da vida humana, como relações comerciais e direitos humanos. A Moral e ética (conduta): bom comportamento, protocolos e valores como a honestidade, a sinceridade, a fdelidade, o amor, a cooperação, etc


Nota:

Depois de receber a revelação divina, Muhammad se concentrou em ensinar e estabelecer a Áquida ao longo de 13 anos. Depois da imigração para Medina, concentrou-se em explicar e aplicar a Chari´a.

history

Uma explicação prática dos ensinamentos deMuhammad... porém na Abissínia:  

Ja´afar Ibn Abi Talib era um dos muçulmanos que emigraram para a terra da Abissínia (atual Etiópia) em busca de proteção. Falando com o rei da Abissínia, representando os muçulmanos que buscavam asilo em suas terras, Já´afar disse:

"Majestade! Nós vivíamos na ignorância (por falta de conhecimento e consciência), adorávamos ídolos, comíamos carniça, cometíamos atos abomináveis, descuidávamos de familiares e amigos, tratávamos mal a nossos vizinhos e permitíamos que o mais forte oprimisse o mais débil. Assim era nossa vida até que Deus nos enviou um Mensageiro entre nós, um homem cuja linhagem, honestidade, integridade e castidade eram evidentes. Pediu-nos que adorássemos a Deus único e que abandonássemos pedras, símbolos e ídolos, os quais adorávamos e como haviam feito nossos antepassados. Ensinou-nos a dizer sempre a verdade, a cumprir com nossas promessas, a respeitar nossas obrigações com nossa família, ordenou-nos abandonar os atos ilícitos e nos proibiu que cometêssemos obscenidades. De modo que confamos e acreditamos nele e seguimos a mensagem que recebeu de Deus. Sem dúvida, nossa própria gente nos perseguiu, torturou-nos e fez tudo o que esteve em suas mãos para que renegássemos a nossa religião. Ao não cessar a opressão, viemos à vossa terra e a elegemos entre o resto para que nos dê proteção e nos trate com justiça".
history

Um rei cristão aceitou a religião de Muhammad:

do discurso de Já´afar, o rei da Abissínia (que era uma pessoa religiosa e temente a Deus) pediu a Já´afar que recitasse algo do ‘Livro’ que havia sido revelado a Muhammad. Já´afar recitou parte do capítulo de Maria do Sagrado Alcorão até que o rei se emocionou e as lágrimas umedeceram sua barba.Então, o rei disse:

“A mensagem que Muhammad trouxe e a mensagem que Jesus trouxe provém da mesma fonte”

history
Published by

Osoul Center em cooperação com a Australian Science and Research Academy.

Osoul Global Center, 2018 Todos os direitos reservados.